IPRC

UM DIA PARA JEJUAR E ORAR PELA FAMÍLIA!

Então apregoei ali um jejum junto ao rio Aava, para nos humilharmos diante da face de nosso Deus, para lhe pedirmos caminho seguro para nós, para nossos filhos e para todos os nossos bens.” (Esdras 8:21).

Olá amigos,

Há algum tempo, a família vem sofrendo sua maior crise. Todos os dias ouvimos histórias de rompimento de laços familiares, tanto entre pais e filhos como entre cônjuges, infelizmente, não é incomum ocorrerem tragédias num ambiente que deveria ser repleto de amor e compreensão.  

A igreja e as famílias devem estar unidas para enfrentar os desafios do (a) aumento de divórcio em larga escala; (b) envolvimento precoce dos filos com álcool e drogas; (c) violência doméstica em níveis surpreendentes; (d) a celebração onipresente do adultério e da homossexualidade pela mídia; (e) mais de um milhão de bebes abortados todo os anos; (f) sexo e gravidez na adolescência cada vez mais comuns; e (g) pais estressados com o trabalho e sem tempo para os filhos.

Há dez anos promovemos em nossa igreja, o mês da família no mês de maio. Neste ano, iniciaremos com UM DIA PARA JEJUAR E ORAR PELA FAMÍLIA(1) no feriado de 01 de maio. Será uma oportunidade para reunir a família em torno da Palavra e orarmos uns pelos outros, e pelas famílias no Brasil.

Esse guia de oração pela família está divido em três partes: (1) a oração da manhã; (2) oração da tarde e (3) a LIVE pela família à noite. Recomendamos que você dedique um tempo de manhã e outro à tarde para se dedicarem à oração e leitura da Palavra de Deus em família. Na LIVE PELA FAMÍLIA à noite teremos a participação especial dos pastores Jaaziel e Joyce Vieira por meio da página de Facebook de nossa igreja.

ORAÇÃO DA MANHÃ

  1. Comecem orando agradecendo a Deus por este dia.
  2. Em seguida, dediquem, ao menos, um minuto, louvando a Deus pelo seu caráter.
  3. Depois, alguém, da família ore agradecendo ao Senhor por sua família.
  • A) Orem confessando a Deus os pecados pessoais e da família.

“Terminado um período de banquetes, Jó mandava chamá-los e fazia com que se purificassem. De madrugada ele oferecia um holocausto em favor de cada um deles, pois pensava: “Talvez os meus filhos tenham lá no íntimo pecado e amaldiçoado a Deus”. Essa era a prática constante de Jó” (Jó 1.5).

“Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: “Confessarei as minhas transgressões ao Senhor”, e tu perdoaste a culpa do meu pecado. Portanto, que todos os que são fiéis orem a ti enquanto podes ser encontrado; quando as muitas águas se levantarem, elas não os atingirão.” (Salmos 32:5,6)

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.” (1 João 1:9)

Somos pecadores redimidos, mas somos pecadores. Confessar em arrependimento os nossos pecados e da família deve ser a nossa tarefa diária, pais pecam contra filhos e vice-versa. Confessar os pecados é sinal de humildade (não somos perfeitos) e de fé (confiamos no perdão de Deus). Pais e filhos orem a Deus pedindo-lhe o seu perdão.

  • B) Orem por amor, respeito e sabedoria no lar.

Orem para que os maridos amem as suas esposas como Cristo amou a igreja, que nutrem suas esposas e filhos com amor, afeto e a Palavra de Deus. Orem para que eles vivam a via comum do lar com sabedoria e entendimento, e que não abusem da autoridade, pelo contrário, que usem a sua liderança para servir a sua família. Orem para que as esposas respeitem seus maridos, aceitem e admirem a liderança de seus esposos, que elas sejam boas donas de casa (se preocupem com o bem-estar de seu cônjuge e filhos), que auxiliem seus esposos a edificar um lar que teme a Deus e próspero. Por sua vez, orem para que os filhos respeitem aos seus pais, possa honrá-los, obedecendo, pedindo-lhes conselhos e cuidando deles.

Mulheres, sujeitem-se a seus maridos, como ao Senhor, pois o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, que é o seu corpo, do qual ele é o Salvador. Assim como a igreja está sujeita a Cristo, também as mulheres estejam em tudo sujeitas a seus maridos. Maridos, amem suas mulheres, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se a si mesmo por ela para santificá-la, tendo-a purificado pelo lavar da água mediante a palavra, e apresentá-la a si mesmo como igreja gloriosa, sem mancha nem ruga ou coisa semelhante, mas santa e inculpável. Da mesma forma, os maridos devem amar as suas mulheres como a seus próprios corpos. Quem ama sua mulher, ama a si mesmo. Além do mais, ninguém jamais odiou o seu próprio corpo, antes o alimenta e dele cuida, como também Cristo faz com a igreja, pois somos membros do seu corpo. “Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne”. Este é um mistério profundo; refiro-me, porém, a Cristo e à igreja. Portanto, cada um de vocês também ame a sua mulher como a si mesmo – Efésios 5:22-33

Do mesmo modo, mulheres, sujeitem-se a seus maridos, a fim de que, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavras, pelo procedimento de sua mulher, observando a conduta honesta e respeitosa de vocês. A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores, como cabelos trançados e jóias de ouro ou roupas finas. Pelo contrário, esteja no ser interior, que não perece, beleza demonstrada num espírito dócil e tranqüilo, o que é de grande valor para Deus. Pois era assim que também costumavam adornar-se as santas mulheres do passado, que colocavam a sua esperança em Deus. Elas se sujeitavam a seus maridos, como Sara, que obedecia a Abraão e lhe chamava senhor. Dela vocês serão filhas, se praticarem o bem e não derem lugar ao medo. Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações. – 1 Pedro 3:1-7

ORAÇÃO DA TARDE

Esse momento em família será uma oportunidade para orar pela prosperidade da família por meio dos Salmos 127 e 128. Orar pelo trabalho e emprego, pelos sonhos da família. Procurem um lugar separado para fazer isso, juntos.

A. SALMO 127

  1. Leiam abaixo o Salmo 127:

Se não for o Senhor o construtor da casa, será inútil trabalhar na construção. Se não é o Senhor que vigia a cidade, será inútil a sentinela montar guarda. Será inútil levantar cedo e dormir tarde, trabalhando arduamente por alimento. O Senhor concede o sono àqueles a quem ama. Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que ele dá. Como flechas nas mãos do guerreiro são os filhos nascidos na juventude. Como é feliz o homem cuja aljava está cheia deles! Não será humilhado quando enfrentar seus inimigos no tribunal (Salmo 127).

  • 2. Leiam a reflexão abaixo:

Em última análise, prosperidade e segurança não são realizações nossas, mas presentes de Deus (v.1). Por isso a sobrecarga de trabalho, a preocupação e o desgaste são tolices e equívocos (v.2). Portanto, filhos prósperos e felizes são obra de Deus (v. 3-5). Pais que parecem “pairar” sobre os filhos o tempo todo e se envolver demais em suas vidas não têm como assegurar-lhes a saúde e a felicidade. A menos que o Senhor entre na vida deles, toda a nossa vigilância será vã. Entregar nossos filhos a Deus é o único modo que temos de guardá-los. Se você sabe que aquele que o ama sem falhas tem o comando completo da história, será capaz de dormir bem (v2). E, se você está sobrecarregado de trabalho e com excesso de estresse, tem se esquecido de quem é Deus. Jesus foi muito direto ao dizer: “…sem mim nada podeis fazer” (Jo 15.5).[2]

  • 3. Compartilhem em família o que tem roubado o sono e a paz, em seguida orem entregando tudo ao Senhor que tem cuidado de nós.

“Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês” (1 Pedro 5:7).

  • 4. Façam juntos a oração abaixo:

SENHOR reconhecer que minhas realizações são presentes tem um sabor meio agridoce. A princípio, arde porque me humilha. Mas depois é muito doce e produz grande paz. Nada depende de mim, e nunca dependeu. Que eu trabalhe duro, com essa perspectiva libertadora afastando a pressão que, de forma pecaminosa, ponho sobre mim mesmo. AMÉM.

B. SALMO 128

1. Leiam o Salmo 128:

Como é feliz quem teme ao Senhor, quem anda em seus caminhos! Você comerá do fruto do seu trabalho, e será feliz e próspero. Sua mulher será como videira frutífera em sua casa; seus filhos serão como brotos de oliveira ao redor da sua mesa. Assim será abençoado o homem que teme ao Senhor! Que o Senhor o abençoe desde Sião, para que você veja a prosperidade de Jerusalém todos os dias da sua vida, e veja os filhos dos seus filhos. Haja paz em Israel! Salmos 128:1-6

  • 2. Leiam a reflexão abaixo:

Um cônjuge amoroso e filhos em fase de crescimento são grande benção (v.3,4). Mas o pecado no coração e o mal no mundo desestruturam a vida da família humana. Muitos querem ter uma família e não conseguem, e muitos que a têm desejam uma família bastante diferente. Também há pessoas que sofrem abusos terríveis dentro da família. Jesus disse que sua família não consistia em parentes biológicos: “Aquele, pois, que fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, irmã e mãe” (Mc 3.35). A igreja deve não apenas apoiar e recuperar as famílias como também encontrar uma forma de se se tornar a família de Deus em que qualquer pessoa, casada ou solteira, com filhos ou sem, possa crescer em amor.[3]

  • 3. Compartilhem em família as promessas de Deus no salmo 128, também compartilhem respostas de orações nos últimos anos, e por fim, orem agradecendo a Deus pelas bençãos.
  • 4. Orações Específicas:
  • Orem a Deus por perdão pelos abortos;
  • Orem a Deus por perdão pelos divórcios e violências domésticas
  • Orem a Deus pelos órfãos e por adoção em famílias;
  • Orem pelo emprego e trabalho dos membros da família;
  • Orem pela prosperidade da família;
  • Orem pelos sonhos e objetivos dos membros da família;
  • Orem por salvação na família.
  • 5. Façam juntos a oração a seguir: “SENHOR, muitos de nós hoje nos relacionamos com as pessoas na igreja como parceiros de consumo em vez de irmãos e irmãs. Vamos até lá participar de cultos religiosos, não para vivermos juntos nossa vida comum, como uma família. Muda meu modo de pensar; ajuda-me a ajudar minha igreja a se tornar uma família. AMÉM.

LIVE PELA FAMÍLIA

  1. Dia 01/05/20, das 18:00 às 19:30.
  2. A LIVE será transmitida pelas redes sociais da igreja.
  3. Convidados especiais: Prs. Jaaziel e Joyce Vieira (Florianópolis-SC).
  4. Louvor Digital, Leitura e Reflexão Bíblicas
  5. Orações específicas pelas famílias.

Cuiabá, 24 de abril de 2020.

Pelo Rei e o Seu Reino,

Pr. Gleidson Costa


[1] Membros da igreja que não tem família, deve se unir a outras famílias da igreja e participar do movimento.

[2] Tim Keller, Os Cânticos de Jesus, Ed. Vida Nova.

[3] Tim Keller, Os Cânticos de Jesus, Ed. Vida Nova.

Fale com nosco.

Rua Prof. Américo Brasil, 245, Baú Cuiabá - MT
Pr Gleidson Costa
Fone: 65 3322-4945

Contato
Tweet